sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Fragmentos sobre a existencia

Reflexao perdura constante nos ultimos dias
O tempo e felicidade sao coias cada vez mais relativas
Quanto mais conheco as pessoas, mais tenho certeza de que o amor e' que move os humanos
Sem amor as coias apenas sobrevivem
Recebi esta semana o choro da alma de alguem que dizia nao saber amar
Nao reconhecer o amor dentro e fora de si
Quanto sofrimento, qta amargura, aqueles olhos lacrimejantes solucavam todo o vazio sentido
O que acontece nos ultimos anos que a ausencia do amor esta cada vez mais constante?
Poucos fazem todos os dias o que amam, olham e reconhecem o outro com amor
A desconfianca, egoismo e individualismo persistem e tomam formas diversas
Triste um coracao frio, um rosto sem sorriso, uma mente cheia, um corpo exausto
A nao-percepcao espiritual, o desvio de si para criticar e se preocupar com o outro
Os dias sao sobrevividos cansativamente
As situacoes perdem o sentido gradativamente
Sem amor, as palavras se ofuscam, se esavem, voam no vento da ilusao momentanea fullgas
Compreensao, respeito, dignidade, companheirismo estao virando artigo de luxo
Felizes os que conseguem perceber
Pensar sobre si, o que realmente te faz bem? Pq renunciar doi tanto se for pra fazer bem ao coracao?
Os caminhos na maioria das vezes nao sao faceis, mas sao cheios de sentidos, aprendizados, e novidades
Isso que importa, os sentimentos vividos no decorrer da vida
O que nos faz evoluir de verdade?
Como esta sua percepcao ? Sua visao de mundo?
O que emocionalmente te aquece?
Sentir a serenidade da calma de todas as manhas
A brisa do mar
O verde das montanhas
O frescor das aguas
A beleza de uma poesia
Suavidade de uma harmonia musical que acalma, afaga
Como esta o amor em sua vida?
O que te faz sorrir?
Como questiona teus conflitos e desavencas?
O quanto o mundo te engole?
Quais sao os teus conceitos pessoais de bom e ruim?
A acomodacao corrompe
Pq tanto medo?
Perde-se tanto tempo com futilidades e se esquece o essencial
A vida e' um risco, amar e' essencial e sofrer faz parte.
Toda escolha tem um preco.
Felizes os que escutam a sua alma
E tentam viver plenamente suas vontades e sonhos, questionando e entendendo .


2 comentários:

  1. Hualll... parece ate que esta falando comigo... ta, muito lindo toda essa refelexao... ameiiii.... gostaria de ter esse don, esse poder de ter um blog e dizer coisas q valem a pena ser lidas!!!
    Ameiiiiiiii....
    Parabens....

    ResponderExcluir
  2. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog ponto final. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs


    Narroterapia:
    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.

    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.
    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir